Como utilizar o Google Earth para projetos de arquitetura?

Um arquiteto de talento precisa de um lápis, uma régua e um papel para criar. Mas, mesmo que isso seja o suficiente para elaborar bons projetos de arquitetura, a tecnologia é uma aliada do profissional que quer praticidade e eficiência no seu trabalho, além de uma boa apresentação para o cliente.Um grande exemplo disso é o Google Earth, usado como suporte para projetos de arquitetura no mundo inteiro.

Você ainda não usa? Então é hora de saber tudo o que você precisa para começar:

O começo: o que é e como funciona o Google Earth

O Google Earth é um dos principais esforços da gigante de busca ainda em seus primeiros anos de expansão. O software foi lançado no início dos anos 2000, a partir da montagem de diversas imagens de satélites e um poderoso sistema para gerar um mapa completo do nosso planeta.

Desde então, o Google Earth recebeu diversas melhorias como histórico de imagens, informações de tipografia e o famoso Street View, que nos permite passear por ruas como se estivéssemos lá.

Para utilizá-lo, basta baixar a versão padrão ou a Pro, que também é gratuita, com funções úteis para profissionais de várias áreas, principalmente da engenharia e arquitetura.

Google Earth para projetos

Diferenças entre Google Earth e Google Maps

Você deve usar bastante o Google Maps e ter a mesma dúvida que a maioria das pessoas: qual é a diferença entre os dois?

A empresa americana decidiu separar os dois produtos pela natureza de uso de cada um:

  • Google Maps: O Maps é uma versão voltada para a procura de informações, totalmente integrada ao buscador do Google. É focada no público geral que precisa encontrar endereços, rotas e pesquisar sobre estabelecimentos comerciais.

  • Google Earth: O Earth possui um caráter mais profissional, com informações mais detalhadas de topografia, estruturas e simulações para ajudar principalmente quem trabalha com planejamento, projetos e construção.

Por isso, se você ainda não utiliza o Google Earth em seus projetos de arquitetura, pode estar perdendo uma grande quantidade de informações relevantes que o Maps não disponibiliza.

Mudando a vista: as vantagens de usar o Google Earth em projetos de arquitetura

Mas quais são realmente as vantagens de usar o Google Earth na hora de projetar? Nós separamos algumas características importantes desse software que facilitam muito a vida de um arquiteto:

Medição de áreas

O Google Earth tem uma ferramenta de medição precisa para conhecer a fundo o terreno que vai receber o projeto, no caso de alguma dificuldade ou empecilho que te impeça de obter essas informações.

Com a medição ponto a ponto, é possível calcular a área de qualquer espaço, por mais irregular que seja e independente do seu tamanho.

Informações sobre topografia

Além das dimensões, é possível coletar diversas informações sobre a topografia do terreno ao utilizar o Google Earth.

Ele pode ser usado para prever altimetria, obstáculos naturais e até a incidência de luz solar ao longo do dia, dados que facilitarão seu trabalho na hora de projetar.

Criação de maquetes virtuais

O Google Earth permite que você exporte seções de terreno para programas de projeção 3D e também que importe suas maquetes virtuais para dentro do mapa.

Com isso, é possível uma visualização precisa e realista do projeto, tanto para corrigir possíveis erros quanto apresentá-lo ao cliente.

Passeios virtuais

E ainda na área da apresentação, você pode usar o Google Earth para passear pelo local e mostrar como ficará o resultado final.

Demonstrar a sua ideia de forma fotorrealista e em diversos ângulos é um grande fator incentivador de compra para o cliente leigo que tem dificuldades em imaginar espacialmente o projeto.

Hora de projetar: dicas para utilizar o Google Earth em seus projetos

Mas como aproveitar essas vantagens no dia a dia do seu trabalho? Nós temos algumas dicas para que você comece a se ambientar e introduza o software no seu processo de criação:

 

Google Earth para projetos

Baixe imagens de alta resolução

A primeira grande vantagem da versão Pro gratuita do Google Earth é a possibilidade de extrair e salvar imagens de até 4800 x 3200 pixels.

Assim, você pode fotografar o local para onde projeta de diversos ângulos, pegar detalhes das construções em volta ou de certas características de terreno.

Com tantas informações em mão, fica mais fácil se inspirar e encontrar as melhores soluções de projeto.

Faça vídeos em HD de maquetes virtuais

É muito fácil criar vídeos no Google Earth Pro para apresentar projetos e maquetes virtuais. Basta criar um roteiro na seção “Lugares”, clicar no ícone de câmera no menu superior e começar a gravar.

Essa é uma solução prática e elegante para demonstrar uma maquete virtual em reuniões, apresentações e congressos, e ainda é possível adicionar uma narração em tempo real.

Importe terrenos do Google Earth para o SketchUp

A forma que os arquitetos no mundo todo mais utilizam para incluir o Google Earth em seus processos criativos é em parceria com o SketchUp. O software de projeção e modelagem de maquetes 3D importa nativamente e em segundos qualquer área ou terreno destacado.

Para isso, basta abrir o Google Earth, enquadrar a área que você deseja importar e clicar no botão “Obter exibição atual”. Pronto! A mesma vista que você escolheu estará incluída em seu projeto do SkecthUp.

Veja neste video a utilização do Geolocalização do Google Earth para estudo de implantação paineis solares no SketchUp.

Crie curvas de nível a partir do Google Earth para projetos

E você ainda pode aproveitar as informações de topografia para criar curvas de nível no seu projeto feito pelo SkecthUp.

Você só precisa ativar a opção de terreno, criar uma pilha de planos que cubram todo o modelo e, no menu do botão direito do mouse, escolher a opção “Interseção com o modelo”.

O resultado final pode ser exportado em DWG para recriar o terreno e ser reutilizado em seu projeto.

Essa é apenas uma introdução sobre tudo o que o Google Earth pode fazer na hora de criar projetos de arquitetura. O que você está esperando para experimentar?

Nenhum software substitui o talento de um arquiteto, mas facilita muito o seu trabalho e economiza tempo. E se você pensa assim também, então compartilhe esse artigo com seus colegas de profissão!

 

TAMBÉM QUERO ESCREVER PARA A TOTALCAD! COMO FAZ?

Tem algum assunto legal sobre o Sketchup, Vray, Arquitetura, Design e gostaria de publicar aqui no blog da totalcad? É fácil, só mandar um e-mail para blog@totalcad.com.br que te daremos as instruções e seu texto poderá ser publicado aqui com todos os créditos 🙂 
 

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"