SketchUp Pro para Cenografia: Conheça Andy Walmsley

Andy Walmsley é um designer de produção premiado pelo Emmy cujo trabalho tem aparecido na televisão, Broadway, Las Vegas e muito mais. Andy Walmsley usa o SketchUp Pro extensivamente em seus projetos e, neste post, compartilha como ele chegou a ser referência em cenografia e como o 3D mudou seu trabalho.

Em que tipo de sets você trabalha?

(Andy Walmsley) – Sou muito diversificado, especialmente para alguém do meu campo. Eu sou essencialmente um cenógrafo, embora existam muitos nomes mais atraentes para o meu trabalho: diretor de arte, designer de produção, designer cênico. A maioria das pessoas na minha linha de trabalho tendem a se especializar em um gênero. Por exemplo, os caras que fazem teatro na Broadway raramente definem (se alguma vez o fizeram) o trabalho em aparelhos de TV. Os projetistas de televisão que fazem “novela” não fazem shows de entretenimento (como prêmios ou gameshows). E os designers que fazem ópera e balé não fazem teatro musical. Os criadores de filmes só fazem filmes. Designers de turnê de bandas de Rock também se especializam. Eu sou muito original no que eu procuro para grandes programas de entretenimento, musicais da Broadway, espetaculos de Las Vegas, projetos de museu, shows no gelo, performances de navios de cruzeiro, parques temáticos, circos, eventos corporativos: basicamente, vou criando um set para qualquer gênero, desde que seja entretenimento.

cenografia Andy Walmsley

Como você entrou na carreira de cenografia e produção?

Venho de uma família de artistas. Meu bisavô era um comediante britânico muito famoso; Minha avó era uma pianista em filmes mudos; Meu avô um grande baixista; Meu pai era um famoso comediante; E minha mãe uma comedora de fogo (sim, um comedora de fogo). Então eu cresci nos bastidores dos teatros Vaudeville, estúdios de TV e o circo. Por um tempo eu queria ser um cinegrafista de TV, então minha mãe me comprou um pequeno equipamento de câmera de TV da Lego e construí televisores Lego e fiz com que minha pequena tripulação de plástico rodasse minhas obras-primas. Os modelos ficaram cada vez mais elaborados, e um dia um amigo da família, o mágico Paul Daniels (o equivalente britânico de David Copperfield) viu meus modelos e disse: “Você sabe, as pessoas realmente ganham a vida com isso”. Eu devo muito ao Paul e ainda mais a Lego.

Você já trabalhou em algum projeto que as pessoas possam ter ouvido falar?

Apenas alguns. A mais famosa foi “quem quer ser um milionário?” (Antes de começar a usar o SketchUp). Meu projeto original para esse show é o projeto cênico mais duplicado na história, porque o set foi construído com cada detalhe idêntico em 108 países em todo o mundo. Esse set também foi usado no filme ganhador do Oscar, Slumdog Millionaire. Eu projetei para o American Idol que foi muitas vezes considerado o mais bem sucedido show na história da televisão americana. Fui nomeado para três Emmy por esse show e ganhei o Emmy por ‘Outstanding Art Direction.’ Eu trabalhei no “America’s Got Talent”, “So You Think You Can Dance” e um monte de outros projetos de TV bem conhecidos.

cenografia Andy Walmsley
Palco Amercian Idol – Projetado com o SketchUp Pro

Eu projetei cerca de 14 shows de Las Vegas até agora, que é mais do que qualquer outra pessoa que eu conheço. No teatro, meu show mais famoso foi Buddy – The Buddy Holly Story. Essa produção foi duplicada em 13 países. Meu outro grande show de teatro é Blood Brothers, um musical fantástico que ainda está sendo executado no Reino Unido 20 anos depois que eu o planejei pela primeira vez.

Qual é a sua parte favorita no seu trabalho?

A maior satisfação pra mim é passar alguns dias criando um modelo, andar virtualmente em torno de cada centímetro dele, então depois alguns meses depois eu me encontro caminhando pelo set real. A maioria dos meus sets são enormes; Eles geralmente ocupam palcos sonoros que são coisa de 100m por 200m de tamanho. Andar em torno de algo que você visualizou e que saiu da sua cabeça (via SketchUp) 10 semanas após seu projeto te dá uma incrível sensação de poder. Eu acho que muitos designers são megalômanos, e eu acho que posso ver por quê.

cenografia Andy Walmsley
Projeto Cenográfico 3D realizado com SketchUp Pro

Há quanto tempo você trabalha com software de modelagem 3D?

Inicialmente, eu investi em um Mac completo montado na década de 90. Como se pelo destino, na semana o meu hardware e software chegaram do correio, eu também consegui um grande trabalho e não tive tempo para aprender a fazer o salto de uma mesa de desenho e lápis para ferramentas digitais. Em seguida, outro trabalho veio, e outro, e desde esse momento eu nunca estive parado, mas também não consegui encontrar o tempo para aprender a trabalhar com as novas ferramentas.

Após dez anos que tinha me mudado para os Estados Unidos para trabalhar no American Idol. Pouco depois de chegar, eu comprei uma mesa de desenho e aluguei um espaço de escritório no Henson Studios para que eu pudesse montar um escritório. Mais tarde eu estava sendo ridicularizado por colegas por ainda desenhar no papel. Eu me inscrevi em um curso Vectorworks que a Art Directors Guild estava oferecendo. O instrutor, Don Jordan, teve a paciência de um santo, e durante uma das pausas de aula ele me mostrou um novo programa que ele achou que eu poderia achar mais fácil de entender – e foi SketchUp. Lembro-me de olhar para a tela como um homem das cavernas olhando para a primeira roda: eu estava apaixonado imediatamente.

Eu sou musicalmente inclinado assim que eu costumo relacionar minha experiência com modelagem 3D a esta metáfora: músicos podem pegar alguns instrumentos e apenas instintivamente ser capaz de tocá-los. Eu posso pegar quase qualquer instrumento que você soprar e obter uma melodia fora dela em segundos – mas não tenho essa esperança com instrumentos de corda. instrumentos de corda, estou sem esperança com. O SketchUp é apenas um daqueles instrumentos que eu poderia tocar instantaneamente.

Por que o 3D é importante no design de sets e Cenografia?

Deixe-me descrever como era o processo antes do SketchUp Pro. Eu iria para uma reunião sobre um novo show para obter informações, voltaria para o escritório e começaria a elaboração do rascunho a lápis, em seguida, levaria esses desenhos para os meus dois ou três fabricantes de modelos 3D (que eu tinha de pagar todas as sextas-feiras). Eles passariam uma semana ou mais construindo as maquetes. Levaria o modelo (muitas vezes em um trem de Londres lotado) para mostrar ao produtor, ele iria inevitavelmente fazer alterações, eu tomaria o modelo de volta e os assistentes iriam quebrar o modelo para reconstruí-lo com as adaptações. Tudo isso seria extremamente demorado e muito caro. Os materiais para modelo não são baratos, e os empregados que fazem modelos (e seus modelos) ocupam muito espaço. Eu também não sinto falta de estar constantemente respirando cola tóxica e vapores de tinta.

cenografia Andy Walmsley
Projeto palco American Idol – Projetado com SketchUp

Agora, com o SketchUp Pro, eu nem preciso de um escritório. Eu vou para o briefing inicial o que geralmente pode vir a se tornar um modelo muito complexo no SketchUp em um (ou máximo) dois dias sem escritório, sem funcionários, sem equipamentos, sem fumaça. A melhor parte: agora eu posso enviar projetos para o meu produtor sem viajar e posso fazer alterações editando rapidamente o arquivo SKP, muitas vezes em um hotel, um aeroporto ou um Starbucks. Agora, isso é Liberdade. Eu disse isso muitas vezes, e isso soa um pouco dramático, mas o SketchUp literalmente mudou minha vida.

Conte-nos sobre um problema de projeto específico que você conseguiu abordar no SketchUp.

Pisos lustrosos. Muito do entretenimento envolve GLOSS. Nós amamos pisos lustrosos e superfícies reflexivas: é todo o material glittery do showbiz. É também um problema de modelagem curioso para resolver. Às vezes eu atribuo o chão do estágio uma superfície esfumaçada, transparente e então copio o modelo inteiro acima e coloco a escala dele para dentro debaixo de meu assoalho transparente. Isso vai realmente fazer parecer que o cenário acima é refletido no chão, mas na real você está olhando para uma cópia completa do modelo sob o chão.
Eu sei que um renderizador faria isso muito rapidamente, sem essa minha técnica, mas eu não  uso renderizador em meus projetos, apenas algumas vezes quando queremos testar os jogos de iluminação.

Você tem algum conselho para outros usuários do SketchUp?

Meu problema é que eu estou super rápido no SketchUp, mas usando meus próprios pequenos truques e não realmente utilizando o software corretamente. Você já viu um mau motorista em um carro? Eles podem dirigir bem o suficiente, mas eles estão usando a mão errada no lado errado do volante. Não parece tão seguro, certo? Esse sou eu com o SketchUp: faço-o fazer grandes coisas, mas eu sempre acho que pode haver uma maneira melhor de economizar tempo além de apenas trabalhar rapidamente. Uma das minhas resoluções este ano é obter algum treinamento pessoal de um especialista real para me ajudar a dominar alguns dos fundamentos. Isso deve me ajudar a modelar em uma grande velocidade, mas com minhas mãos na posição correta no volante.

 

Planejamento de Construção e Integração BIM com SketchUp Pro

O que é um mock-up virtual e o que ele representa no fluxo de trabalho?

Um mock-up tradicional é quando você cria uma reprodução do seu projeto em escala com todos os detalhes da construção. Um modelo bem feito incluiria todas as fazes e detalhes da montagem e construção das paredes, janelas, calafetagem, isolamento, etc.

O mock-up virtual (maquete eletrônica) é usado para analisar os mesmos detalhes, possivelmente complicados, no mundo digital sem ter que empreender esforços de construir uma maquete no local. Recentemente, concluímos um modelo detalhado do SketchUp Pro que usamos para estudar e coordenar os detalhes de construção em um estádio em St. Paul, Minnesota. Usando uma maquete virtual, fomos capazes de ter todos os envolvidos em uma mesma sala e trabalhar com centenas de detalhes, sem perder tempo e dinheiro em obra.

O SketchUp Pro nos permite alcançar um nível de detalhe que não é atingido no projeto com Revit o qual utilizamos para criar os desenhos de documentação da construção. O modelo do Revit foi exportado para o SketchUp Pro  para criarmos uma base precisa por onde começar incluindo locais de parede, estrutura, aberturas e outros detalhes.

O processo de construção do modelo é tão importante quanto o produto final. Analisamos os detalhes dos arquitetos e projetistas, em seguida, ajustamos de acordo com os detalhes que recebemos de subcontratados. O projeto e os detalhamentos da construtora são todos integrados e isso nos dá um processo exato do que será utilizado em obra. Tudo isso é desenvolvido em um projeto virtual.

Uma das principais vantagens de uma maquete virtual é a capacidade de criar uma dúzia de maquetes na maquete principal; isto permite detalhar diferentes áreas do edifício, em vez de apenas uma parte.

Quais são outros modos em que a Ryan Companies utiliza o SketchUp Pro ?

A flexibilidade do SketchUp Pro o permite ser uma ferramenta de produção, bem como um software que compõe vários processos na Ryan. Estes incluem:

Desenvolvimento

Há uma série de opções de desenho a serem consideradas quando Ryan está propondo um projeto para um cliente; O SketchUp Pro é usado para criar rapidamente opções que são apresentadas ao clienteIntegração BIM com SketchUp ProProjeto Piloto

Em geral quando um cliente faz uma solicitação de orçamento para os empreiteiros eles tem um projeto que gostariam de construir. Mas muitas vezes a quantidade de informação que recebemos é mínima e raramente temos um modelo 3D para trabalhar. O SketchUp Pro é usado para criar rapidamente um desenho 3D com todas as informações que temos disponíveis e então o geo-referenciamos no terreno da construção para que possamos fazer as imagens renderizadas e animações.

Integração BIM com SketchUp Pro

Logística da Construção

Uma vez que o projeto está se completando, o SketchUp Pro é usado para criar o planejamento de logística da construção em 3D. Um plano de logística é montado pelo Superintendente Sênior para comunicar locais com taludes, cercas, guindastes, elevadores, estacionamento, material de obra, padrões de tráfego, etc. Nesta fase o SketchUp Pro torna-se uma poderosa ferramenta de comunicação 3D com todo o ambiente da construção.

Integração BIM com SketchUp Pro

Renderizações Precisas

Os proprietários aprovam os desenhos preliminares com base em imagens renderizadas pelos arquitetos. A Ryan avança neste passo criando animações no decorrer do projeto quando os materiais já tiverem sido especificados. O SketchUp Pro é utilizado para modelar e detalhar materiais, móveis, luzes, obras de artes e outros elementos que são fundamentais para criar animações realistas.

Essas renderizações ajudam os proprietários a visualizar melhor os espaços. Além disso, as animações são utilizadas para vender apartamentos e unidades de condomínio em projetos residenciais.

Integração BIM com SketchUp Pro

 

Integração BIM com SketchUp Pro

Quais são algumas das ferramentas do SketchUp que você considera fundamentais?

Aprender a manter o modelo organizado usando Grupos, Componentes, Camadas e Cenas é a chave para a produtividade. Grupos e componentes são os primeiros conceitos que ensino quando introduzo alguém no SketchUp.

O poder do SketchUp é que ele é simples o suficiente para atender uma ampla gama de profissionais e indústrias. Devido à natureza do código aberto do software, você pode encontrar uma grande variedade de ferramentas adicionais no Armazém de Extensões. Há sempre uma maneira de fazer o que você está imaginando no SketchUp, é apenas uma questão de usar corretamente um recurso interno ou encontrar uma extensão para fazer o trabalho para você.

Baixe agora o SketchUp Pro ou SOLICITE UMA PROPOSTA!

10 dicas para construir uma carreira de arquiteto de sucesso

A formação de um profissional é crucial para o sucesso na carreira de arquiteto, por isso deve ser muito bem aproveitada. Mais do que frequentar uma faculdade, o estudante de arquitetura e urbanismo deve ter em mente que a preparação para o ingresso no mercado de trabalho é uma atividade constante, que tem começo, mas não necessariamente tem um fim. Ao mesmo tempo em que avança nos estudos, é preciso fazer um planejamento detalhado dos próximos passos para ganhar posição de destaque e conquistar uma carreira de arquiteto de sucesso.

Reunimos aqui dicas preciosas para o estudante de arquitetura construir uma carreira de arquiteto de sucesso e colher amanhã aquilo que está plantando hoje. Acompanhe!

1. Comece a sua Carreira de Arquiteto

Chegar à universidade já é por si só uma grande conquista para o estudante de arquitetura. E, honestamente, não importa a escola. O mais significativo neste caso é o aspirante a arquiteto levar a sérios os estudos, frequentar assiduamente as aulas e se empenhar o máximo que puder, procurando sempre a ajuda dos professores para ir mais longe.

arquiteto de sucesso

2. Faça cursos e treinamentos

O conhecimento não está apenas na universidade. Procure cursos e treinamentos que possam complementar a formação em arquitetura, existem excelentes opções a um custo bastante acessível. Busque aprender com empresas que dão suporte a estudantes e quem conhecem bem o mercado.

3. Escute a voz da experiência

Não se envergonhe e procure profissionais experientes no mercado para buscar uma orientação direta ou uma dica. Fique ligado em palestras gratuitas na sua área de atuação e consulte associações e conselhos de arquitetura para saber quais as discussões que estão acontecendo no momento. Saiba quais são as leis municipais, os códigos civis e as normas técnicas.

4. Inicie um Planejamento

Entrou agora na universidade? Faça um planejamento pessoal a curto, médio e longo prazo da carreira. Desde a rotina dos estudos até a complementação de conhecimento com cursos extracurriculares, essas atitudes vão fazer toda a diferença lá na frente. Não se esqueça: as companhias esperam sempre algo a mais de seus colaboradores.

5. Procure um Estágio

Logo que entrar na universidade, procure estágios na área. Esse contato com o dia a dia da profissão ajuda no processo de formação. Se tiver condições, procure estagiar em pelo menos dois lugares de atuações diferentes para você ter uma visão mais ampla da arquitetura.

6. Busque a Inovação

Juventude é sinônimo de inovação. Pense em projetos ousados, amadureça ideias que vem à mente e sempre pense à frente. Crie algo novo a partir daquilo que já existe, é um excelente exercício. Vá além do lugar comum e mostre que você tem condições de sonhar e, mais que isso, realizar projetos diferenciados. 

7. Acompanhe a Tecnologia

Fique por dentro das inovações tecnológicas do setor de arquitetura e aprofunde-se nos estudos dos programas e softwares de construção mais utilizados no mercado de arquitetura como os conhecidos AutoCAD® e Sketchup. Pois acompanhar o que existe de mais moderno em soluções é um diferencial não só para hoje, mas também para o futuro.

8. Fique atento a sustentabilidade

O cuidado com o meio ambiente saiu do campo do discurso e já é uma realidade. Estude como aplicar projetos de arquitetura que levem em consideração esse item que é fundamental para a sociedade. Arquitetos têm uma responsabilidade imensa quando se fala em respeito e atenção à natureza. No nosso blog você pode ler um artigo em que falamos exatamente sobre sustentabilidade em projetos veja aqui

9. Construa Relacionamentos

Construa uma rede de relacionamentos sadia com empresas e profissionais que você admira. Pergunte, interaja e mostre que você tem interesse em aprender e, quem sabe um dia, fazer parte do quadro de funcionários.

arquiteto de sucesso

10. Seja Dedicado

Um estudante ou estagiário de arquitetura necessita de muito empenho e dedicação na construção de uma carreira de arquiteto. Estude, invista em você e se prepare com sabedoria para os desafios que estão por vir. Capacitado, você conseguirá transpor os obstáculos com mais facilidade.

 

Gostou? Assine a nossa newsletter e fique por dentro das últimas novidades.