Ações antipirataria dos softwares V-Ray e SketchUp

Ações antipirataria dos softwares V-Ray e SketchUp
2.6 (52%) 20 votes

Prezados Clientes e utilizadores de SketchUp e V-Ray

Informamos que nesse semestre as Empresas Trimble (desenvolvedor do SketchUp) e a Chaos (desenvolvedores do V-Ray) iniciarão AÇÕES LEGAIS ANTIPIRATARIA no mercado brasileiro.

Por que isso está sendo feito?

Existe uma grande quantidade de empresas utilizando licenças ilegais em suas atividades comerciais, prejudicando o país, a concorrência justa e incentivando a criminalidade que sustentam essas ações.

Se queremos um país sem corrupção, devemos começar por nós.

Como essas ações antipirataria ocorrerão?

Empresas internacionais da área jurídica, já presentes no Brasil e com foco em defesa de Propriedade Intelectual possuem mecanismos para identificação de infratores de software. Estas empresas atuam de forma a promover a conscientização sobre o uso do software legal, mas nos casos onde há insistência na prática da infração, provas previamente coletadas constituem a base para uma ação legal ou em alguns casos, acordo extra judicial (resolução de maior celeridade).

O que as empresas devem fazer nesta ação antipirataria?

1 – Verifique seu parque instalado e certifique-se se está havendo o uso irregular de licenças de SketchUp e V-Ray em sua empresa. Muitas vezes o uso de licenças piratas não é intencional e é feito sem o conhecimento dos dirigentes da empresa.

2 – Detectado o uso ilegal de propriedade intelectual faça a imediata legalização dessas licenças. Lembre-se que, se o uso ilegal já tiver sido comprovado, a simples desinstalação da licença não resolverá o problema legal que será sanado somente com a compra de uma licença comercial.

3 – Faça a regularização imediatamente das licenças e pague menos. Após o envolvimento dos agentes jurídicos contratados pelos os desenvolvedores, os custos dos advogados deverão ser pagos por sua empresa, o que pode encarecer em até 50% o valor da licença e possíveis multas cabíveis.

4 – Lembre-se: mesmo que a empresa possua uma licença legalizada, a lei não confere ao usuário o direito de produzir novas cópias e utilizá-las em outros computadores.

Quais os riscos estabelecidos em lei antipirataria que o utilizador de uma licença ilegal enfrentará:

1 – O regime de proteção à propriedade intelectual dos programas de computador é o estabelecido pela lei nº 9610/98 e a Lei do Software nº 9.609/98 que assegura a proteção integral do direito autoral sobre os programas de computador.

2 – Qualquer uso, reprodução não autorizados de um software constitui violação de direito autoral e sujeita o infrator às medidas repressivas previstas em Lei, inclusive com sanções penais.

3 – Entre as medidas cabíveis estão: busca e apreensão das cópias piratas e perdas e danos no valor equivalente a 3.000 vezes o valor das cópias ilegalmente reproduzidas.

“Nosso objetivo nesse momento é informar. A TotalCAD não denuncia, nem fiscaliza clientes. Nosso negócio é atender nossos clientes e satisfazer suas expectativas através de nossos consultores técnicos e comerciais, oferecendo sempre a melhor condição comercial e suporte técnico evolutivo, focado na capacitação constante dos usuários das licenças.”

Jose Augusto – CEO TotalCAD

Para mais informações ligue para totalCAD no telefone 11 4064-4100 e tire suas dúvidas!

LEIA TAMBÉM

2 Comentários

  1. Avatar
    Adolfosays:

    A invasão de máquinas para essa detectacao é uma ação iliegal. Confirmada por um e-mail. É a máxima violação de privacidade .

    • totalCAD
      totalCADsays:

      Olá!Toda ação referenciada do SketchUp de License & Compliance é responsabilidade da ITCA que trata de medidas de proteção contra a violação de Direitos Autorais. Nós da totalCAD somos apenas distribuidor autorizado do software no Brasil, nos isentamos portanto, de toda e qualquer medida que venha a investiga-lo. Nosso papel se restringe a ajudá-lo a se regularizar! Entre em contato conosco pelo (11) 4878-6500 ou via e-mail totalcad@totalcad.com.br

Comentários estão desativados