Estudo de Caso BIM no SketchUp: Construtora cria processos para integrar modelo 3D e gerenciar progresso da construção

Estudo de Caso BIM no SketchUp: Construtora cria processos para integrar modelo 3D e gerenciar progresso da construção
5 (100%) 1 vote

Projetos BIM é mais do que um software, o BIM é simultaneamente, a estrutura de dados inteligentes armazenados em modelos 3D e os processos envolvidos na geração e gerenciamento das características funcionais de um edifício.

Pela sua facilidade de uso, alguns talvez ainda não conheçam todas as aptidões do SketchUp Pro com o BIM, mas empresas no mundo todo estão utilizando as suas vantagens como solução dentro de uma estratégia de tecnologia de projetos.

Stijn van Schaijk, gerente de processos BIM de um núcleo da VolkerWessels, uma das maiores empresas de construção da Europa, é um usuário do SketchUp Pro há muitos anos e está promovendo ativamente a inclusão do software no seu fluxo de trabalho BIM.

Neste artigo vamos destacar duas formas de uso do BIM no SketchUp:

  • Uso do SketchUp Pro na modelagem 3D para análise da construção a fim de determinar métodos construtivos e quantitativos.
  • Elaborar modelos 3D do canteiro de obras para se integrar com os equipamentos da VolkerWessels a fim de gerenciar o progresso diário da construção.

Já falamos aqui no blog sobre o que é BIM, confira mais neste artigo.

OpenBIM e SketchUp Pro

Como premissa dos projetos diários da VolkerWessels é preciso que os arquivos sejam orientados para o OpenBIM. O SketchUp Pro é uma das ferramentas utilizadas para criação dos modelos, assim como outros softwares, como Revit e Tekla.

Os tradicionais softwares de modelagem paramétricas em geral exigem um alto nível de mão de obra especializada e ainda assim tem suas limitações no que diz respeito a modelagem 3D. Com o SketchUp Pro essas barreiras são removidas. Assim, muitas empresas usam o SketchUp Pro na fase de modelagem como primeiro passo do seu processo BIM.

Porém ao trabalhar com o BIM muitas vezes as informações são mais importantes do que propriamente a modelagem. Atualmente, a exportação padrão do IFC à partir do SketchUp Pro talvez não seja suficiente para modelos de alta-complexidade que precisam manter as informações todas conectadas.

Com o intuito de fazer a integração o mais suave possível o especialista Jan Brouwer desenvolveu um Gerenciador de IFC para o SketchUp Pro, disponibilizado pela VolkerWesseles e gratuito para download, através deste link.

Com essa ferramenta, a informação do modelo desejada pode ser facilmente indexada a qualquer objeto e dá maior flexibilidade entre as ferramentas e o fluxo de trabalho do SketchUp Pro ao Revit e Tekla.

“Modele algo no SketchUp Pro, exporte-o para o IFC e será possível usar isso para gerar a listagem de materiais e custos dentro do Vico ou do Solibri. Isso torna as informações do modelo reutilizáveis ​​em todas as fases de um projeto e, portanto, não precisa ser feito repetidas vezes por vários colaboradores.

Esse poder do BIM, é a razão pela qual tivemos este plugin desenvolvido para o SketchUp “, diz Van Schaijk.
“Usamos a modelagem de alta velocidade, tirando proveito da facilidade e vasta biblioteca do SketchUp Pro. Podemos assim, analisar os modelos de modo dinâmico e tomar decisões rápidas e precisas.”

Tome decisões rápidas em Projetos BIM com o SketchUp Pro

Nas fases de planejamento, preparação e estudo preliminar do projeto a VolkerWessels tem utilizado o SketchUp Pro profundamente. Por exemplo, em um de seus projetos na cidade de Eindhoven: “primeiro configuramos o modelo e ambientamos no SketchUp. Em seguida, fizemos o 3D com base nas informações que recebemos de todas as partes envolvidas no projeto e usamos isso para nos comunicar com nossos clientes e autoridades municipais.

Uma vez que tínhamos a modelagem 3D do local criamos uma torre adicional e usamos o plugin do SketchUp para que o cliente pudesse explorar e avaliar a nova construção em Realidade Virtual. Em um processo tradicional com outras plataformas BIM, nós gastaríamos semanas de trabalho para elaborar a concepção de um prédio ambientado em seu local de construção e simular estudos como de microclima, por exemplo.”

Uma vez que determinamos a volumetria do edifício, damos um próximo passo e desenvolvemos os componentes que serão utilizados para nossos cálculos.

Esses são modelos muito preliminares, mas que possuem todas as propriedades básicas do ILS, como a classificação correta, códigos dos itens e materiais utilizados.

Dessa foram, podemos organizar dinamicamente um modelo de construção e exporta-lo como um IFC.

A exportação do IFC pode então ser aberta no Solibri ou no Vico para determinar as listagens quantitativas do edifício. Como todos os dados são classificados corretamente, ainda podemos exportar essas informações para o Excel e calcular os custos através de uma Macro.

Esse processo que antes demorava semanas, agora conseguimos fazer em uma reunião com o cliente e tomar decisões imediatas.

Trimble Connect para o gerenciamento do canteiro de obras

Uma vez que o projeto está completo, o SketchUp Pro é usado para criar o planejamento de logística da construção em 3D e o acompanhamento.

Um plano de logística é montado pelo Superintendente Sênior para comunicar locais com taludes, cercas, guindastes, elevadores, estacionamento, material de obra, padrões de tráfego, etc.

Nesta fase o SketchUp Pro torna-se uma poderosa ferramenta de comunicação 3D com todo o ambiente da construção.

Durante essa fase é importante ter um bom modelo 3D do canteiro de obras para poder gerenciar a logística, treinar equipes e prever problemas antecipadamente. Para armazenar seu canteiro em nuvem, compartilhar com os envolvidos e fazer o gerenciamento através do BIM a solução é o Trimble Connect e o SketchUp Pro. 

Note-se que para este tipo de arquivo geralmente os componentes utilizados tem sua geometria simplificada, porém com todas as informações necessárias para a gestão dos departamentos responsáveis.

Quando chega materiais em obra, todos sabem exatamente onde cada elemento deve ser alocado. Tudo é desenhado e o modelo é atualizado diariamente, com informações onde cada material deve estar.

Todos no canteiro de obras podem fazer login do seu ipad ou celular no trimble connect e ver o que está planejado para a logística do local.

“As equipes envolvidas no projeto podem abrir o arquivo do SketchUp sempre que precisar, alterar a localização dos componentes e fornecer notas sobre o que aconteceu.

Assim, todo mundo conhece o status, qual equipamento é necessário e onde o equipamento deve ser colocado. Isso é um progresso significativo comparado com o antigo modelo onde uma folha A3 era “rabiscada” diariamente para fazer essas anotações. Agora todo mundo pode fazer no SketchUp Pro ou no Trimble Connect.

“Atualmente, o SketchUp ainda é apenas uma parte do nosso fluxo de trabalho, mas sua influência está aumentando a cada dia porque é muito acessível. Muito do que a Trimble faz, conecta-se com a nossa visão.

Outros desenvolvedores de software fazem muitas coisas incríveis também, mas muitas vezes é tudo muito fechado ou complexo de pôr em prática “, conclui Van Schaijk.

Quer saber mais sob as fases da construção em BIM?
Então Assista ao webinar que fizemos em parceria com a TI LAB.


Leia Também:

 

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.