Entenda mais sobre a tecnologia BIM no SketchUp

Entenda mais sobre a tecnologia BIM no SketchUp
5 (100%) 2 votes

Building Information Modeling – BIM –, modelagem de informações da construção , A tecnologia BIM, é uma representação digital das características físicas e funcionais de uma instalação. O BIM é um recurso de reconhecimento compartilhado para se obter informações confiáveis sobre uma instalação, que forma uma base de conhecimentos para a tomada de decisões durante o seu ciclo de vida.

BIM são arquivos de formato proprietário que podem ser extraídos ou trocados por participantes do processo de construção. Seu conceito existe desde a década de 1970, mas o modelo BIM, como pensado hoje, foi utilizado pela primeira vez apenas em meados da década de 1980.

Foi só com o lançamento de Building Information Modeling, o white paper da Autodesk, que o nome se padronizou como termo comum para representação digital do processo de construção.

No artigo de hoje, você vai descobrir tudo sobre a tecnologia BIM, suas aplicações, como utilizá-la no SketchUp e por que ela está permeando a indústria de arquitetura e construção a uma taxa crescente. Ainda entenderá os benefícios de usar Building Information Modeling em seus projetos e compreenderá o futuro da tecnologia BIM.

Para que isso aconteça, separamos o artigo a seguir em duas etapas, uma de conhecimentos gerais sobre a tecnologia, e outra com o que é preciso fazer para colocá-la em ação no SketchUp. Esperamos que este guia seja útil no seu dia a dia e que você possa consultá-lo sempre que precisar. Pronto? Então vamos lá!

tecnologia BIM

O que é a tecnologia BIM?

Antes de começarmos a falar sobre o que é a tecnologia BIM, precisamos fazer um panorama breve de tudo pelo que a inovação passou nos últimos anos. Afinal, desde que grande parte de nós começou na arquitetura até o momento presente, muito já não funciona como antes.

A tecnologia já foi capaz de, nos últimos anos, transformar inúmeras atividades, desde a maneira como pedimos uma pizza até a forma como pagamos contas no banco. E o cenário não poderia ser muito diferente na arquitetura, que está no meio de sua maior mudança desde a introdução de computadores.

Avanços em ferramentas de interconexão, fabricação controlada por computador e design digital estão convergindo para alterar todas as fases do processo de projeto e construção — e a tecnologia BIM é um desses avanços.

Building Information Modeling é uma ideia simples. Um modelo digital único de um edifício com que todos (arquitetos, fornecedores, construtores, gerentes ambientais e cliente) podem trabalhar.

A tecnologia BIM é  jovem, e ainda estamos nos adaptando à ferramenta, mas o que já sabemos é que ela moldará as cidades em que vivemos, ampliando as possibilidades do que se pode construir.

É que, com a indústria se afastando da documentação 2D e adotando design dentro de um contexto de modelagem 3D, percebeu-se que computadores podem oferecer benefícios que vão muito além do CAD (Computer Aided Drafting).

Afinal, por que se limitar a desenhos estruturais quando os edifícios modelados em três dimensões podem ser analisados e otimizados para o desempenho, animados fotorrealisticamente ou mesmo transformados em experiências imersivas de realidade virtual?

Todavia, o BIM não é só um recurso para projetar. É um processo para criar e gerenciar informações de um projeto de construção ao longo de todo seu ciclo de vida. O modelo baseia-se em informações reunidas de forma colaborativa e atualizada nas etapas-chave de um projeto.

A ideia é que a criação de um modelo digital de informações de construção permita que todos que interagem com o edifício otimizem suas ações, resultando em um maior valor agregado para o bem. Por isso, tecnologia BIM reúne em um só lugar todas as informações sobre cada componente de um edifício e possibilita que qualquer pessoa autorizada acesse essa informação para qualquer finalidade, a fim de integrar de forma mais eficaz diferentes aspectos do projeto.

O objetivo final é reduzir o risco de erros e discrepâncias e minimizar os custos abortivos. Num cenário ideal, os dados BIM podem ser usados para ilustrar o ciclo de vida completo de um edifício, desde os rascunhos do projeto até a sua demolição, passando pelo reúso dos materiais ali contidos.

Espaços, sistemas, sequências e produtos podem ser exibidos em escala relativa entre si e em relação a todo o projeto. E os arquivos BIM sinalizam automaticamente conflitos e evitam erros que poderiam se arrastar nos vários estágios de desenvolvimento/construção.

O futuro da indústria arquitetônica é digital, e o BIM é o futuro do projeto de gerenciamento de instalações a longo prazo. Como aplicações de hardware e softwares na nuvem aumentam a capacidade das empresas em lidar com quantidades crescentes de dados e informações brutas, o uso do BIM será ainda mais pronunciado no futuro do que já é hoje.

tecnologia BIM

O que é um objeto BIM?

Um objeto BIM é uma parte única de um edifício, composto por uma combinação de coisas:

  • conteúdo de informações que definem o produto;

  • suas propriedades;

  • dados que permitem que o objeto seja posicionado e se comporte do mesmo modo que o produto da vida real;

  • representação visual das características físicas do produto.

Objetos BIM são criados para serem paramétricos por natureza, seguindo um conjunto de regras que o objeto deve cumprir se for modificado ao longo do projeto. Por exemplo: se o tamanho de uma janela no prédio for alterado, o objeto do quadro da janela deverá ser criado de forma que mude em resposta a isso.

Objetos BIM só têm valor se estiverem disponíveis e nas mãos dos arquitetos para serem usados enquanto eles estiverem projetando. Eles trazem agilidade para a etapa de projeto e, por fim, simplificam orçamentos e instalações.

Quando utilizar BIM?

O processo de aplicação do BIM pode ser usado durante projetos de design e arquitetura, criando uma imagem clara e resultados melhores e mais integrados. O software pode ser aplicado para prever problemas, coordenar diferentes empreiteiros ou como forma de gerar documentos e processos de construção que serão posteriormente implementados durante o processo físico.

BIM é ainda ideal quando há muitos negócios executados no mesmo momento ou quando a escala de trabalho é curta. E ele não fica confinado aos projetos de edificações, podendo ser usado para projetar muitos tipos de infraestruturas e sistemas, como:

  • estradas;

  • portos;

  • malhas ferroviárias;

  • túneis;

  • cidades;

  • pontes.

Ainda que, ao longo dos anos, o BIM tenha sido comercializado para profissionais de arquitetura, seus benefícios podem fazer bem a todos os profissionais da indústria da construção.

A representação tridimensional de um edifício pode ser usada também, como já mencionamos, por proprietários e construtores, para garantir os melhores resultados.

Qual a função do BIM?

O BIM pode parecer uma coisa nova e assustadora para usuários dedicados do CAD, mas a mudança para ele foi muito extensa. Em seu núcleo, o BIM é um software de modelagem e design 3D com alguns extras. Imagine produzir um projeto complexo como a Torre de Xangai sem poder incluir nos arquivos desse projeto as várias restrições rigorosas enfrentadas durante o processo de design?

O BIM é um processo inteligente baseado em modelos que ajudam a tornar as informações do projeto, engenharia e operação precisas, acessíveis e acionáveis, tanto para edifícios quanto para suas infraestruturas. Esses dados são fundamentais, afinal, criam todos os equivalentes virtuais das peças e partes do edifício e invocam as aplicações práticas delas.

Ao gerar modelos 3D dos ativos em uma construção, qualquer pessoa que interaja com o edifício pode otimizar todas as suas ações. Isso ajuda a criar modelagem e gerenciamento de informações dentro de uma equipe de projeto e garante que todos estejam trabalhando com os mesmos padrões.

Usar a metodologia BIM melhora a colaboração e garante um nível diferenciado de controle sobre projetos de todos os tamanhos. Com um fluxo completo de informações entre aplicativos e equipes de projetos, é possível distribuir informação com maior precisão ao longo de toda a cadeia de suprimentos.

Metodologia ou tecnologia?

BIM é, simultaneamente, a estrutura de dados inteligente baseada em modelos 3D e os processos envolvidos na geração e gerenciamento de representações digitais das características físicas e funcionais de um edifício.

tecnologia BIM

Ou seja, para os profissionais envolvidos nesse processo, o BIM é o que permite o uso de um modelo virtual de informações de dados que podem ser gerenciados e manipulados por uma equipe de design, composta de arquitetos, paisagistas, topógrafos, engenheiros civis, empreiteiros, investidores e clientes.

Cada profissional adiciona dados específicos ao modelo do prédio de acordo com a sua disciplina e compartilha essa informação com os demais profissionais. Isso reduz a perda de informações, que normalmente ocorre quando uma nova equipe interage e modifica os dados de um projeto, fornecendo dados adicionais a outros envolvidos no gerenciamento de estruturas complexas.

Se pudéssemos definir o recurso em poucas palavras, diríamos que a indústria finalmente escolheu um modelo comercial em que várias fontes podem convergir em um único ponto. Podemos retomar aqui o nosso panorama dos avanços da tecnologia para que isso fique ainda mais claro.

Os primeiros modelos teóricos e sistemas informáticos remontam aos anos 1970. Antes do ADSL, dos smartphones e das telas de alta definição, as soluções gráficas avançadas disponíveis hoje não seriam possíveis. A evolução técnica da informática foi fundamental para chegarmos até aqui.

Na escala do ciclo de vida de um prédio, o BIM representa recursos compartilhados de informação que fornecem uma base confiável para as decisões. Esse tipo de modelo e abordagem colaborativa permite manter todos os problemas em foco, com controle total sobre regulamentos de urbanização, custos de construção, manutenção e requisitos de eficiência energética.

É por isso que governos e organizações de todo o mundo já introduziram sistemas regulatórios específicos que promovem o uso da tecnologia BIM, com benefícios como custos reduzidos de construção e gerenciamento de projetos. A diretiva com relação aos contratos públicos europeus (EUPPD) exige especificação em BIM, e, seguindo esse padrão, vários Estados da Ásia e da América do Norte já adotaram estratégias parecidas.

tecnologia BIM

Quais são os benefícios do BIM?

O BIM pode economizar aos arquitetos (e a todas as outras pessoas envolvidas em um projeto) muito tempo, trazendo todos os componentes de um prédio para um lugar só. Da maneira tradicional, eles costumam passar tempo demais procurando por catálogos ou sites para encontrar um determinado objeto, mas, se os objetos BIM 3D estiverem prontamente disponíveis, o processo torna-se muito mais fácil.

Ter tudo acessível em um único destino também permite que qualquer membro do projeto chegue a essa informação a qualquer momento, seja ele um arquiteto ou um instalador.

Erros ou enganos que poderiam ser facilmente identificados e corrigidos o serão, em qualquer um dos estágios de desenvolvimento.

Com a tecnologia BIM , conhecimento é poder. Você pode ter certeza de como um recurso funcionará mesmo antes que ele seja construído. E, quando implementado corretamente, ele certamente resultará em edifícios de maior qualidade, reduções no tempo de planejamento e construção e numa economia significativa de recursos durante a construção.

Os dados do BIM são personalizados para o seu projeto e para as suas necessidades, de modo que você pode especificar ao seu gerente de construção a informação que deseja reunir por meio do BIM.

Você poderá também tomar melhores decisões sobre um projeto de arquitetura se ligar as informações de construção detalhadas produzidas por sua equipe de projeto para complementar seus próprios processos de negócios. A tecnologia BIM pode proporcionar a tomada de decisões inteligente no futuro.

Por isso, ele terá impacto nas suas estratégias de compras e gerenciamento de negócios. Software BIM é mais que tecnologia, é uma ferramenta de gerenciamento que minimiza riscos e maximiza o ROI de projetos.

O BIM força o planejamento e a colaboração desde os primeiros estágios de um projeto. Com ele, você pode mostrar renderizações antecipadas ao seu cliente, atualizando-o desde antes do início do trabalho. Ele também ajudará você a requisitar informações de contratantes e identificar possíveis obstáculos de tempo e dinheiro, que poderão, então, ser aliviados antes de afetar seu projeto.

Além disso, a tecnologia proporciona uma transferência contínua de informações. E essa informação que é transmitida com facilidade ajudará administradores no futuro a tomar decisões sobre o gerenciamento de ativos e a manutenção do edifício.

Se você ainda precisa ser convencido, basta pensar que o valor do BIM aumenta à medida que cresce seu portfólio de ativos em construção. Mesmo porque, se todos os seus ativos estiverem vinculados a um único ambiente, o BIM pode ajudá-lo a extrair dados para uma tomada de decisão mais rápida e a desenvolver resumos para novos projetos de construção com base em seus dados BIM.

tecnologia BIM

Qual é o futuro da tecnologia BIM?

A modelagem de informações da construção é, sem dúvida, o futuro da arquitetura e do gerenciamento de instalações. Conforme a tecnologia continua a se desenvolver e ganha maior capacidade de dados, mais e mais aspectos do processo de construção serão digitalizados, e o BIM é apenas um exemplo disso.

Trinta anos atrás, se um arquiteto lhe mostrava uma aquarela de projeto, você não pediria a ele para ver um ângulo diferente ou uma hora distinta do dia. Mas em 2017, se você vir uma renderização, você sabe que pode solicitá-la em qualquer ângulo, hora do dia, etc. E se o arquiteto estiver usando tecnologia BIM corretamente, a resposta será “deixe-me pressionar alguns botões e obter isso para você”.

Arquitetos criam esses novos modelos de construção porque facilitam suas vidas. Mas o BIM pode oferecer muito mais do que apenas economia de tempo, e o seu valor aumenta com a comunicação.

Responder a questões como “qual é a quantidade de tijolos no projeto” ou “qual o tamanho dessa abertura?” é parte do futuro que estamos construindo. Extrair valor do modelo e pensar nele como um ativo é o que fará essa tecnologia funcionar a favor do seu negócio.

BIM no SketchUp

O SketchUp é um software versátil e poderoso. Integra-se com todos os demais softwares BIM do mercado através da interoperabilidade IFC.
Uma das grandes vantagens do SketchUp é que com a inclusão de alguns plug-ins você consegue atender a diversos mercados (arquitetura, engenharia, tubulação, 4D, orçamento). Para exemplificar, selecionamos alguns dos melhores plugins disponíveis no mercado. Grande parte deles é gratuita e pode ser adicionada ao seu SketchUp com alguns cliques, já outros têm funcionalidades extras e funcionam baseados em assinaturas mensais ou anuais. Escolha o que melhor atende às suas necessidades e mãos à obra!

BIMobject

O plugin BIMobject é compatível a partir do SketchUp 2014, para Windows e Mac. Versátil e fácil de usar, é a ferramenta de esboço perfeita para arquitetos e designers de interiores. Completamente gratuito para download e uso, tem os recursos mais recentes do BIM, como integração na nuvem, download direto, informações de produto e atualizações.

Com o BIMobject Cloud, você pode procurar um arquivo SketchUp direto do programa, sem ter de mudar de janelas. Encontre informações de um produto facilmente e garanta que ele esteja sempre atualizado. Adicione propriedades estendidas a objetos selecionados com facilidade e obtenha toda a compatibilidade com arquivos BIM no seu SketchUp.

SketchUp BIM

Que tal ter todas as capacidades de softwares e ferramentas nativas com suporte à tecnologia BIM em seu SketchUp? Com o SketchUp BIM Tools, você consegue. Depois de instalar o software, se expandirão ainda mais as opções de criação do seu SketchUp, e você conseguirá se ver em um ambiente de desenvolvimento próprio para a arquitetura.

Ao criar uma porta, ela será identificada como porta imediatamente, poupando tempo precioso em seu trabalho. O plugin é completamente gratuito e pode ser baixado aqui.

tecnologia BIM

PipeDraft

PipeDraft é uma extensão divertida e fácil de usar que fornece ferramentas para modelagem de tubulação 3D, orientada por especificações, usando um catálogo de componentes BIM alimentado por um serviço na nuvem. A extensão é gratuita, e uma assinatura paga lhe dá direito a recursos adicionais, como exportações e interoperabilidade.

PlusSpec

PlusSpec é uma solução para acelerar a velocidade dos seus projetos. Todos os aspectos do seu modelo, com este plugin, se tornam inteligentes. Isso significa que eles serão preenchidos com informações visuais como quantidades, preços, nomes e códigos, tornando-se modelos BIM.

E tudo que você desenha será paramétrico, ou seja, em pouco tempo, você precisará apenas mudar materiais, alturas, espessuras e tipos de construção. Produza estimativas automáticas, reduza custos e personalize absolutamente qualquer coisa com seus fornecedores favoritos, salvando em sua própria biblioteca fabricantes de sua preferência. O plugin é pago, mas tem um período de testes para você experimentar seus recursos.

3Skeng

O 3Skeng possuí uma biblioteca de tubulação hidráulica Industrial ou residencial e diversos recursos adicionais que lhe permitem a criação de tubulações de modo dinâmico. 

bim.bon

O bim.bon é um plugin que orça seus projetos por inteiro, oferecendo um banco completo de materiais de construção e mão de obra com preços atualizados frequentemente. A partir de qualquer modelo 3D no SketchUp, você faz uma busca por produtos e materiais, cria itens personalizados, consulta os fabricantes cadastrados, visualiza um orçamento e faz download dele direto do SketchUp para enviar para seu cliente.

tecnologia BIM

BiMup 5D

O BiMUp 5D é um software simples, que permite tirar quantidades de qualquer modelo SketchUp. Ele gera modelagens de custos automaticamente a partir dos primeiros modelos de design e as atualiza sempre que o projeto é modificado.

O plugin conta com uma versão gratuita, de testes, e uma versão paga, que pode ser adquirida em seu website.

Projetos de construção enfrentam inúmeros desafios e obstáculos, como acidentes, cronogramas estendidos e custos pouco confiáveis, além de erros de qualidade e planejamentos defasados ou planos incompletos.

Felizmente, o futuro do setor é digital e baseia-se em uma abordagem holística que conecta todas as partes envolvidas. O resultado são estruturas claras, custos mais baixos, cronogramas mais enxutos, processos eficientes e maior qualidade em todo o ciclo de vida.

Gostou de conhecer a tecnologia BIM e descobrir como utilizá-la no SketchUp? Então você deve estar ansioso para fazer isso em seu escritório. Entre em contato com a TotalCAD agora mesmo e descubra como podemos ajudar!

2 Comentários

  1. Avatar
    robsonsays:

    Muito interessante e importante, mas o texto ficou um pouco repetitivo e demora muito para ler tudo.

  2. Avatar
    Opala92says:

    BIM não é software! É um processo.

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.