Empreendedor e especialista em renderização 3D, conheça Victor Reuther!

Victor Reuther tem 31 anos, é de Petrópolis no Rio de Janeiro, é nosso novo parceiro e para que possamos conhecê-lo melhor o convidamos para um bate-papo especial nesse mês. 

O Victor é especializado em renderizações para projetos de arquitetura e produtor de conteúdos e treinamentos online, focados no aprendizado de técnicas sobre renderizações para Arquitetos, Designers de Interiores e Profissionais de Maquetes Eletrônicas.

Teve sua jornada na renderização iniciada em 2008 e seus treinamentos em 2015, hoje ele ultrapassa a marca de mais de 4 mil alunos e clientes dentro e fora do Brasil.

Conversamos com ele para descobrir como nasceu sua paixão pela renderização e por qual razão ele iniciou seu trabalho de forma autônoma.

TotalCAD: Nos conte um pouco sobre a sua trajetória! 

Victor Reuther: Meu primeiro contato com render foi em 2008, na época por meio desse convite de um amigo fui trabalhar em um escritório de paisagismo para fazer os desenhos em CAD, ao conhecer esse mundo dos softwares de desenho simplesmente me apaixonei e não parei mais de estudar. Após conhecer e trabalhar com o CAD conheci também o Sketchup e o V-Ray. Comecei a estudar renderização e implementar o 3D no escritório de paisagismo, isso foi algo sensacional, ao postar algumas imagens no meu facebook surgiram novas oportunidades e em 2013 comecei a trabalhar em um escritório de arquitetura da minha cidade exclusivamente na produção das imagens renderizadas. 

Como eu descobri essa paixão pelo render decidi trocar a faculdade de engenharia pela faculdade de Arquitetura e lá começaram a surgir novas oportunidades, principalmente pelo fato da renderização ser algo muito importante para apresentar projetos e o que era ensinado dentro da faculdade não gerava bons resultados nos alunos. Muitos começaram a me procurar para prestar o serviço de render nas apresentações de ateliê de projeto, outros para aprender e fazer aulas particulares. Aos poucos o meu trabalho foi ficando conhecido dentro da faculdade e também na cidade. Decidi então sair do escritório que eu trabalhava e ter o meu próprio negócio. 

Esse primeiro momento foi bem desafiador, passei várias dificuldades, como aprender a me relacionar com os clientes, como cobrar pelos trabalhos, administrar os prazos, etc. Aos poucos fui aprendendo a lidar com as situações e entendendo a melhor forma de trabalhar. 

Com a crescente evolução das redes sociais eu hoje invisto muito na divulgação por meio delas e isso me possibilitou começar a atender clientes também de fora do meu estado, o que é algo sensacional, trabalhar com renderização nos abre essa possibilidade porque se você parar para pensar o produto final que entregamos para o cliente é uma imagem e isso pode tranquilamente ser enviado por e-mail.

Aos poucos comecei a montar minha carteira de clientes fixos que estou sempre atendendo e prestando o serviço de renderização. 

TotalCAD: De onde nasceu o interesse em trabalhar com renderização?

Victor Reuther: Foi algo muito por acaso, eu já gostava de desenhar quando criança e ao concluir o ensino médio eu realmente não sabia o que fazer da vida. Quando entrei para a faculdade de engenharia, por pressão dos meus pais, tinha uma preocupação muito grande se seria feliz na área.

Ao surgir o convite de um amigo meu para trabalhar com a tia dele, que é paisagista e precisava de um desenhista (cadista) para fazer os desenhos dela, foi paixão à primeira vista, tanto pelo processo de trabalhar com os softwares quanto pela área, dali eu não parei mais de pesquisar, estudar e as coisas foram acontecendo. 

Imagem projetada no SketchUp e renderizada no V-Ray 5 para SketchUp!

TotalCAD: Por que você decidiu sair do escritório e trabalhar como autônomo? 

Victor Reuther: Na verdade, não foi uma decisão totalmente minha! O meu antigo chefe na época estava passando por algumas dificuldades e ficou pesado ele pagar meu salário e dos outros funcionários. Decidimos trabalhar como freelancer atendendo somente a demanda dos projetos que viriam.

A partir desse momento já em casa eu comecei a procurar também outros clientes para atender e no fim valeu muito a pena, pois trabalhando em casa eu conseguia no fim do mês ganhar 5x mais do que no escritório trabalhando como contratado. 

TotalCAD: Como profissional de renderização, o que os clientes mais comentam sobre o seu trabalho?  

Victor Reuther: Eu acredito que deve existir um conjunto de fatores para que os clientes se sintam satisfeitos, desde o atendimento até a qualidade final da imagem. O que mais é comum eu ouvir dos meus clientes é em relação a minha atenção aos detalhes na imagem.

Quando eu realizo a produção de um render eu tenho como objetivo e meta criar a imagem mais realista possível e a atenção que dou a pequenos detalhes que somados aumentam a credibilidade de que a imagem se parece com uma fotografia real é notada e elogiada por eles.  

TotalCAD: E sobre seus cursos, como surgiu a proposta?  

Victor Reuther: A ideia dos cursos surgiu por meio de um convite da coordenação da minha faculdade de Arquitetura para ministrar um workshop de renderização na semana da arquitetura que acontece todos os anos. São vários profissionais falando sobre um tema específico. Eu topei fazer e foi bem produtivo, muitas pessoas demonstraram interesse e vieram me procurar após o evento para fazer aulas particulares.

Como não estava dando conta de atender a procura pelas aulas eu comecei a montar turmas presenciais e aos poucos conforme os alunos foram tendo resultados as minhas aulas começaram a ficar conhecidas.

Pessoas de fora da minha cidade começaram a me pedir videoaulas e a partir dai surgiu a criação do meu treinamento online que batizei de KnowHow onde eu ensino tudo que sei sobre renderização e hoje já conta com mais de 3 mil alunos até mesmo de fora do Brasil. 

TotalCAD: Além do seu curso, você também tem um canal no Youtube com mais de 8 mil inscritos. Como é a gestão desse conteúdo?  

Victor Reuther: Para ser sincero, o canal do Youtube surgiu despretensiosamente, apenas com a finalidade de ajudar meus alunos postando aulas para tirar dúvidas específicas. Eu realmente não imaginava que iria crescer do jeito que tem crescido.

Ao notar que o canal é uma fonte de conhecimento para quem quer aprender sobre renderização para projetos de arquitetura, eu comecei a me dedicar mais na produção do conteúdo e tento toda semana pensar no que posso trazer de melhor para meus inscritos.

É bem puxado manter a produção dos vídeos mas como o tema é algo que curto muito falar as coisas acabam ficando um pouco mais leves. Tento tirar pelo menos 2 dias da semana para pensar no que vou trazer de novo para o canal e também para produzir o conteúdo. Se tornou uma prioridade na minha agenda.  

Imagem projetada no SketchUp e renderizada no V-Ray!

TotalCAD: Quando você teve seu primeiro contato com o V-Ray qual foi a sua primeira impressão? Após se aprofundar no software isso mudou?  

Victor Reuther: A minha primeira impressão foi tipo: Meu Deus! Esse programa é alienígena rs, acho que nunca vou conseguir fazer boas imagens e aprender a ferramenta.

Aos poucos fui estudando e entendendo os parâmetros, novas versões vieram com a interface bem mais amigável e intuitiva, isso já me deixou muito mais animado ao estudar. 

TotalCAD: Recentemente fizemos uma Live conversando sobre as novidades da versão 5 do V-Ray, qual foi a atualização que você ressaltaria?  

Victor Reuther: Sem dúvidas foi a possibilidade de mudar a iluminação após o render finalizar. 

Hoje tendo mais experiência e conhecendo o software eu vejo que a parte técnica não é o que mais importa ao estudar renderização, o foco deve estar sempre na parte artística e ao invés de querer entender cada botão do programa focar no que vai te levar ao melhor resultado, que no fim das contas é o resultado que o seu cliente compra.

Perdeu nossa Live?  Assista por aqui: Clique aqui!

TotalCAD: Em relação aos outros renderizadores que você tem contato, no que o V-Ray se destaca para você?

Victor Reuther: O V-Ray é um renderizador de ponta, ele se destaca principalmente pelo resultado que ele entrega. Se você tirar o melhor que a ferramenta oferece você vai produzir imagens que tranquilamente parecem fotos reais. Não é à toa que é uma ferramenta usada até mesmo na produção de filmes que fazem muito sucesso.  

Imagem projetada no SketchUp e renderizada no V-Ray 5 para SketchUp!

TotalCAD: Na sua opinião, qual a maior dificuldade em se tornar um profissional de renderização? 

Victor Reuther: A maior dificuldade que eu acredito que todos têm no início é conseguir os “bons clientes” é muito comum quando estamos iniciando sentir uma certa desvalorização e um desânimo em trabalhos onde os clientes não querem pagar o nosso preço e respeitar nosso cronograma. Mas eu gostaria de deixar claro que se você está passando por isso, não desista e foque sempre em melhorar a qualidade do seu atendimento e do seu trabalho. Aos poucos o reconhecimento vem e melhores clientes também começam a surgir.  

TotalCAD: Tem algum projeto que te marcou? Por que?

Victor Reuther: Porque, ela foi a primeira em que eu senti um realismo maior na hora de renderizar. Marcou uma transição na qualidade do meu trabalho, quando fiz essa imagem eu já estava experimentando analisar referências na hora de renderizar as imagens.

Imagem projetada no SketchUp e renderizada no V-Ray

Acompanhe o Victor Reuther e curso Victor Reuther 3D

 

Instagram: @victorreuther3d
YouTube: Victor Reuther
Site: https://www.victorreuther3d.com/

 

Gostou do Post de hoje? Então acompanhe mais se inscrevendo em nosso blog para receber mensalmente dicas valiosas em nossa newsletter!

Até o próximo post!


Leia Também:

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share This