BIM e Renovação Energética: Uma colaboração valiosa

Quem no mundo da arquitetura, engenharia e construção nunca ouviu falar de  “BIM”? Em voga há vários anos, mas também e sobretudo essencial em muitos projetos, o BIM está em (quase) todos os lugares.

 

A renovação energética é um assunto que está dentro da nossa sociedade. Ela responde a questões ambientais e sociais que se refletem na implementação de muitos planos governamentais há muitos anos. Então. novos padrões também surgiram para habitações antigas e novas.

Logo os desafios relacionados à transição energética impactaram significativamente o setor de construção.

Como o BIM se encaixa nesse tema

O BIM, Building Information Modeling, parece ser um fator de transição que pode atender às necessidades de colaboração e aos desafios da renovação energética.

Mas, que ligação podemos fazer entre esses dois conceitos? Que ferramentas existem para montar um projeto de renovação energética combinada com o método BIM?

Este blogpost vai sanar essas dúvidas sobre renovação energética.

BIM: Building Information Modeling, um método colaborativo
BIM: Building Information Modeling, um método colaborativo

 

“Building Information Modeling” abrange todo o ciclo de vida de uma estrutura, de um projeto. Dessa maneira, ele acompanha todas as etapas, da criação à destruição, e diz respeito a todo o setor da construção, incluindo obras públicas e engenharia civil. 

Como o uso do BIM interfere em um projeto de reforma ou reabilitação?

80% das construções estarão habitadas em de 2050. Assim, torna-se necessário fortalecer as ferramentas BIM em suas dimensões ambiental e energética para dessa forma termos um futuro mais próspero. 

O objetivo final do BIM é permitir que todos os atores de um projeto de construção colaborem e unam seus elementos. Através de um modelo digital 3D, todos os dados fundamentais do projeto (materiais, sistemas estruturais, custos, etc.) podem ser compartilhados. Dessa forma, este é um meio de envolver todas as profissões e consequentemente de poupar tempo e facilitar o processo da tomada de decisões.

A maquete digital é uma ótima maneira de coordenar o projeto, pois ela armazena informações importantes sobre o edifício. Escritórios de design e arquitetura podem obter resultados precisos utilizando-a.

"<yoastmark

então, dessa forma, por isso, concluindo, então, dessa forma, por isso, concluindo, então, dessa forma, por isso, concluindo

O Brasil no cenário mundial

O Brasil e outros países se comprometeram em chegar à emissão zero de carbono e assim utilizar em grande escala fontes de energia renováveis. No caso brasileiro, o governo na Cúpula de Líderes sobre o Clima deste ano de 2021 se comprometeu em alcançar, até 2050, a neutralidade zero de emissões de gases de efeito estufa no país. 

Atualmente o Brasil tem 83% de sua matriz elétrica originada de fontes renováveis, de acordo com o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energético do Ministério de Minas e Energia, Reive Barros. A participação é liderada pela hidrelétrica (63,8%), seguida de eólica (9,3%), biomassa e biogás (8,9%) e solar centralizada (1,4%). Ainda assim, existe muito espaço nesse mercado para a utilização desse tipo de energia em construções domiciliares e empresariais.

Portanto, em projetos de design mais “sustentáveis” e “virtuosos” que respeitem os padrões, o BIM tem um papel central. Ele permite que você visualize e simule edifícios que atendem requisitos específicos. Por exemplo, os profissionais da construção podem usar o modelo digital 3D, “BIM”, para detectar elementos que consomem energia em um edifício. O ARCHLine Pro, através do seu módulo MEP, apresenta assim muitos pontos fortes.

 

"<yoastmark

então, dessa forma, por isso, concluindo, então, dessa forma, por isso, concluindo, então, dessa forma, por isso, concluindo

ARCHLine.XP: o BIM para todos

O ARCHLine é um software de arquitetura que permite o design colaborativo em torno de um modelo BIM. Embora não integre um módulo de análise térmica estritamente falando, o software permite que designers e arquitetos integrem aos seus projetos diversos parâmetros térmicos (densidade, condutividade, permeabilidade, etc.).

então, dessa forma, por isso, concluindo, então, dessa forma, por isso, concluindo, então, dessa forma, por isso, concluindo

As informações geradas no ARCHLine são valiosas e podem ser integradas ao modelo IFC e analisadas em vários softwares de negócios. Veja o exemplo do software Climawin ou BBS, especializado no campo térmico.

O modelo IFC produzido com ARCHLine permite que todas as informações necessárias sejam trocadas sem nenhuma perda de dados. Dessa maneira, As informações úteis são integradas aos objetos paramétricos e os BETs que trabalham no projeto podem, assim, recuperar o modelo ARCHLine BIM para explorá-lo e analisá-lo totalmente, independentemente do software utilizado. 

Concluindo

Em conclusão, durante uma reabilitação onde o desempenho energético é fundamental, a modelagem BIM torna-se necessária. Qualquer que seja a fase do trabalho, antecipar os custos de isolamento e projeto vai ser economizado um tempo precioso. Além disso, uma ferramenta BIM como o ARCHLine permite verificar todos os elementos do projeto graças ao modelo digital estabelecido.

 

Hoje, expandir o campo de possibilidades para o BIM continua sendo um desafio. O alto custo de certas soluções costuma ser uma barreira para pequenas e médias empresas. Por isso então escolha o ARCHLine que é uma alternativa acessível e de qualidade para a realização de seus projetos. Não perca a chance de testar esse poderoso software gratuitamente, por 30 dias! Então entre em contato com um de nossos consultores!

Fontes:

Artigo Original da Archline França:
https://www.archline.fr/bim-renovation-energetique-une-collaboration-precieuse/

Cúpula de Líderes sobre o Clima:
https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2021-04/bolsonaro-promete-fim-das-emissoes-de-gases-de-efeito-estufa-ate-2050

Fontes de energia renováveis:
https://www.gov.br/pt-br/noticias/energia-minerais-e-combustiveis/2020/01/fontes-de-energia-renovaveis-representam-83-da-matriz-eletrica-brasileira

Leia mais! 

 

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share This